sábado, setembro 18A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Dia: 6 de abril de 2020

Dengue, Chinkungunya e Zika nossas epidemias de estimação.

Dengue, Chinkungunya e Zika nossas epidemias de estimação.

SAÚDE E BEM ESTAR
Por Guilherme U. Silva - Nos primeiros três meses de 2020, ou seja de (29/12/2019 a 28/03/2020), foram registrados no país exatamente 499,552 casos de dengue, Chinkungunya e Zika. Com destaque para a Dengue que foram exatos 484.249 casos registrados, segundo o o BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 14 do Ministério da Saúde de abril de 2020. Do total de casos confirmados no país este anos, nos primeiros três meses, foram a óbitos por dengue e chikungunya, exatas 353 pessoas, segundo o mesmo boletim. Números absurdamente altos de infecções destas doenças recorrentes Brasil todos os anos e que vem aumentando à cada ano que passa. Sobrevivemos à anos com estas epidemias de estimação que já infectaram e dizimaram centenas de milhares de vida, sem que nada de concreto fosse feito para acab...
Saúde adquire 15 mil respiradores

Saúde adquire 15 mil respiradores

BRASIL, SAÚDE E BEM ESTAR
Aparelho chega ao Brasil nas próximas semanas e vai auxiliar no tratamento de pacientes graves. Investimento é de R$ 1 bilhão O Ministério da Saúde adquiriu 15 mil respiradores mecânicos, no valor de US$ 13 mil cada, com investimento de R$ 1 bilhão. Após a assinatura do contrato, no final de março, a empresa tem até 30 dias para entregar os equipamentos no Brasil. Os ventiladores ajudam pacientes que não conseguem respirar sozinhos e seu uso é indicado nos casos graves de coronavírus (Covid-19), que apresentam dificuldades respiratórias. O Ministério da Saúde também tem mantido diálogo permanente com produtores brasileiros de respiradores para garantir a oferta no país. “Também temos produção nacional. Contratamos respiradores que vão ser produzidos no Brasil. Essas empresas vão com...
Saúde não pede doação de dinheiro

Saúde não pede doação de dinheiro

BRASIL, CUIABÁ, ESTADO, SAÚDE E BEM ESTAR
Diante dos relatos reiterados de golpes que vem sendo aplicados por estelionatários por meio de chamadas telefônicas ou mensagens de Whatsapp, o Ministério da Saúde informa que não pede nem recebe doações em dinheiro, assim como não há fundo exclusivo para receber recursos da população para combate à pandemia de covid-19. Da mesma forma, o ministro de Estado da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em hipótese alguma solicita doações de recursos da população para combater a pandemia de covid-19. O Ministério da Saúde admite receber doações apenas de insumos, equipamentos e materiais médicos-hospitalares relacionados ao combate à pandemia. Os interessados em fazer doações desse tipo devem procurar o Ministério da Saúde por intermédio do e-mail juntoscontracovid19@saude.gov.br. ...
Fiocruz integra coalizão para acelerar pesquisa sobre Covid-19

Fiocruz integra coalizão para acelerar pesquisa sobre Covid-19

NOTÍCIAS
A Fiocruz passa a integrar um grupo de mais 70 cientistas e instituições de 30 países em uma coalizão internacional para enfrentar a epidemia de Covid-19 em países de média e baixa renda. Lançada nesta quinta-feira (2/4), a iniciativa, batizada de Coalizão de Pesquisa Clínica de Covid-19, visa acelerar a pesquisa sobre o novo coronavírus nas áreas em que o vírus pode ocasionar estragos em sistemas de saúde já frágeis e causar maior impacto à saúde de populações vulneráveis. Compartilhamento de dados e acesso equitativo a medicamentos, tratamentos e vacinas são os valores que guiam a coalizão. “Estes são os mesmos valores que guiam a Fiocruz, com uma visão de ciência aberta e saúde pública”, destacou a presidente da Fundação, Nísia Trindade Lima, ao demonstrar a importância da...
Fiocruz Minas participa de estudo para vacina contra Covid-19

Fiocruz Minas participa de estudo para vacina contra Covid-19

BRASIL, SAÚDE E BEM ESTAR
Pesquisadores da Fiocruz Minas estão integrando uma rede do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Vacinas (INCTV) para o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2). O estudo terá como base uma técnica elaborada pelo Grupo de Imunologia de Doenças Virais da Fiocruz Minas, que utiliza o vírus da influenza para gerar resposta imunológica contra o novo coronavírus.  “A técnica consiste em usar o vírus da influenza como vetor vacinal. Como se trata de um vírus defectivo para a multiplicação, ele não causa a doença, mas gera produção de anticorpos. Com esse processo, uma das possibilidades é desenvolver uma vacina bivalente, que possa ser usada contra influenza e contra o coronavírus”, explica o pesquisador Ricardo Gazzinelli, líder do Grupo de Imun...