quarta-feira, agosto 12A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

AGRONEGÓCIO

Análise do TCU é último passo para edital de construção da Ferrogrão

Análise do TCU é último passo para edital de construção da Ferrogrão

AGRONEGÓCIO, BRASIL, ECONOMIA
São estimados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão - Agência Brasil* - Já está com o Tribunal de Contas da União (TCU) o projeto de concessão da Ferrogrão, nova ferrovia que ligará Sinop, no norte de Mato Grosso (MT), a Itaituba, no Pará (PA). O documento foi protocolado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), na última sexta-feira (10). Cabe ao TCU, agora, a análise da documentação para a publicação do edital de licitação ainda este ano. O plano, acompanhado dos estudos técnicos e das minutas de edital e de contrato foi assinado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, após liberação da diretoria da ANTT, na terá-feira (7). São esperados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão. “Hoje, mais de 70% da safra m
Estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas

Estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas

AGRONEGÓCIO
Produção se mantém em patamar recorde com 2,5% acima da safra de 2019 - Agência Brasil - A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2020 foi estimada agora em junho em 247,4 milhões de toneladas. Com isso, se manteve em patamar recorde com 2,5% acima da safra de 2019, o que representa mais 6 milhões de toneladas.  O resultado é também 0,6% maior que a estimativa de maio em mais 1,5 milhão de toneladas. Os dados fazem parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, referente a junho, divulgado hoje (8), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro. A área a ser colhida é 2,2% acima da registrada em 2019, que, com o acréscimo de mais 1,4 milhão de hectares, atingirá 64,6 milhões de hectares. Os três principais produtos de
Soja, milho e algodão mantêm MT na liderança da produção nacional pela 9ª vez

Soja, milho e algodão mantêm MT na liderança da produção nacional pela 9ª vez

AGRONEGÓCIO, ESTADO
Pelo 10º levantamento da Conab, o estado atingiu 73,75 milhões de toneladas de grãos, capitaneado pela soja, milho e caroço de algodão - Secom - MT - Pela nona vez consecutiva, Mato Grosso registra a maior safra de grãos do país. Segundo o 10º Levantamento da Safra de Grãos 2019/20 da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), divulgado na manhã desta quarta-feira (08.07), a produção mato-grossense atingiu o volume de 73,75 milhões de toneladas, de um total nacional de 251,42 milhões de toneladas. Este resultado foi capitaneado pela soja, milho e caroço de algodão. Mato Grosso manteve a liderança na produção de soja, assumida há mais de duas décadas e estimada em 34,43 milhões de toneladas este ano; na produção de milho, com 34,23 milhões de toneladas; e na produção de caro
Novo levantamento deve consolidar hegemonia de MT na produção agrícola do país

Novo levantamento deve consolidar hegemonia de MT na produção agrícola do país

AGRONEGÓCIO, BRASIL
Se confirmados os levantamentos anteriores, Mato Grosso se mantém como primeiro produtor nacional de grãos, com mais de 34 milhões de toneladas em relação ao segundo do ranking - Secom - MT - Governo busca alíquotas de produtos para exportação em MT, entre eles a soja Foto por: Gcom MT Será anunciado na quarta-feira (08.07), o 10º Levantamento da Safra brasileira de Grãos 2019/20, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Caso se mantenha a tendência de resultados anteriores, Mato Grosso manterá a hegemonia nacional, com uma produção de 73,79 milhões de toneladas, o equivalente a quase 30% das 250,5 milhões de toneladas previstas para todo o país, segundo dados do nono levantamento, divulgado em junho.     Este resultado amplia ainda mais vantagem mato-
Oferta restrita mantém preços do boi gordo sustentados

Oferta restrita mantém preços do boi gordo sustentados

AGRONEGÓCIO, ECONOMIA
Em São Paulo, o tom foi de estabilidade na última quinta-feira (2/7), frente ao fechamento do dia anterior (1/7) - Segundo levantamento da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo destinado ao mercado interno está firme em R$220,00/@, bruto e à vista, R$219,50/@, livre de Senar e também à vista, e em R$216,50/@, descontados o Senar e o Funrural, na mesma condição de pagamento. O boi jovem até 30 meses, que atende às exigências do mercado chinês, é negociado em até R$225,00/@, preço bruto e à vista. Para as fêmeas, vaca e novilha, a cotação está em R$200,00/@ e R$210,00/@, respectivamente, bruto e à vista. No Rio Grande do Sul, o mercado ganhou força em função da pouca oferta de boiadas e da boa condição das pastagens de inverno, o que deu maior poder de negociação par
Soja: média diária exportada em junho cresceu 45,5% na comparação anual

Soja: média diária exportada em junho cresceu 45,5% na comparação anual

AGRONEGÓCIO, ECONOMIA
O Brasil exportou 13,75 milhões de toneladas de soja em junho último, segundo dados da Secretária de Comércio Exterior (Secex) - A média diária foi de 654,78 mil toneladas, 45,5% mais, na comparação com a média de junho do ano passado. No entanto, o volume caiu em relação às 775,60 mil toneladas exportadas diariamente em maio deste ano. No acumulado do primeiro semestre de 2020 foram embarcadas 61,88 milhões de toneladas de soja em grão, 36,4% mais na comparação com igual período de 2019. A boa demanda para exportação, junto com o câmbio em patamar mais alto esse ano, são os principais fatores de valorização da soja em grão no mercado brasileiro em 2020.Fonte: Scot Consultoria
MT recria Câmara Setorial de Defensivos

MT recria Câmara Setorial de Defensivos

AGRONEGÓCIO
Grupo pretende discutir a utilização de defensivos nas lavouras do Estado - Na semana passada o Conselho de Desenvolvimento Agrícola Empresarial (CDAE) aprovou a recriação da Setorial de Agrotóxicos do Mato Grosso. A coordenação será do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), com a participação de dezenove representantes de entidades ligadas ao governo do Estado, empresas privadas e universidades. O objetivo central é debater o uso dos defensivos na agricultura. O grupo também vai deliberar ações de utilização dos produtos. “Esta discussão é muito importante para desenvolvermos a agricultura em Mato Grosso, mas com todos os critérios para a preservação da saúde humana, tanto das pessoas que trabalham diretamente com os produtos como os cidadãos que consomem o
Queda nos preços dos ovos

Queda nos preços dos ovos

AGRONEGÓCIO
Nas granjas paulistas, a caixa com trinta dúzias de ovos está cotada, em média, em R$66,50, uma queda semanal de 4,3% - Após grande valorização no primeiro trimestre deste ano, os preços dos ovos fecharam o segundo trimestre com forte retração. Nas granjas paulistas, a caixa com trinta dúzias de ovos está cotada, em média, em R$66,50, uma queda semanal de 4,3%. No atacado, a caixa do produto é negociada, em média, por R$71,00, um recuo de 4,1% no mesmo período. Na comparação mensal, a desvalorização nas granjas paulistas foi de 24,0%, enquanto no atacado o recuo foi de 22,8%.Fonte: Scot Consultoria
Nuvem de gafanhotos: governo declara emergência fitossanitária

Nuvem de gafanhotos: governo declara emergência fitossanitária

AGRONEGÓCIO
Nuvem de gafanhotos se aproxima da região sul. A emergência tem prazo de 1 ano e atinge dois estados do Sul - Agência Brasil - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declarou estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina devido ao risco de surto da praga Schistocerca cancellata nas áreas produtoras dos dois estados. A portaria com a medida está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25). O estado de emergência tem por objetivo permitir a implementação de plano de supressão da praga e adoção de medidas emergenciais. De acordo com o ministério, a emergência fitossanitária é por um prazo de 1 ano. A nuvem de gafanhotos está a cerca de 250 quilômetros da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina. A
Vacinação contra febre aftosa alcança 99,15% do rebanho de Mato Grosso

Vacinação contra febre aftosa alcança 99,15% do rebanho de Mato Grosso

AGRONEGÓCIO
INDEA-MT inicia busca por propriedades rurais inadimplentes com a vacina no Estado - Sedec -MT - Vacinação de bovinos e bubalinos de todas as idades encerrou em 10 de junho - Foto por: Francisco Alves/ SECOM MT Os pecuaristas de Mato Grosso finalizaram a vacinação contra a febre aftosa em 10 de junho, dia 20 deste mês, comunicaram ao Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (INDEA-MT). Bovinos e bubalinos de todas as idades foram imunizados, chegando a 99,15% do rebanho de 30 milhões de cabeças e a 96,7% dos estabelecimentos rurais. “Os resultados foram excelentes e este percentual é muito importante porque garante a sanidade do gado e da carne produzida em Mato Grosso. Mesmo com todas as restrições pela pandemia, os servidores do INDEA-MT tomaram os cuidados necessários e