quarta-feira, fevereiro 21A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Diesel aumenta mais de 11% e inicia setembro acima de R$ 6, preço médio mais caro no ano, diz Ticket Log

Please enter banners and links.

Uma redução no valor médio do litro foi identificada em apenas um Estado brasileiro –

De acordo com os dados do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), levantamento que consolida o comportamento de preços das transações nos postos de combustível, trazendo uma média precisa, o preço médio do litro do diesel comum fechou o período de 1º a 13 de setembro a R$ 6,13, com acréscimo de 11,86% ante agosto. Já o tipo S-10 aumentou 12,08% e foi comercializado a R$ 6,31. 

“Desde o início de agosto, após o último reajuste nas refinarias, o preço do diesel vem ficando mais caro para os brasileiros. O valor médio do litro que, em julho, fechou a R$ 5,02 o tipo comum e R$ 5,12 o S-10, já está acima de R$ 6 neste início de setembro, o valor mais caro registrado desde março para ambos. Novos reflexos de alta devem ser identificados nos próximos meses com a reoneração de parte da alíquota do PIS/Cofins”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

Ainda de acordo com o IPTL, nenhuma região registrou redução no preço do diesel, e sim aumentos de mais de 10%, ante agosto. Com destaque para o Centro-Oeste, que comercializou o tipo comum a R$ 6,40, após acréscimo de 16,48%, e o tipo S-10 a R$ 6,58, com aumento de 14,24%. Ainda assim, as médias mais altas foram identificadas na Região Norte, onde o comum fechou a R$ 6,62 e o S-10 a R$ 6,63. Já as mais baratas foram registradas na Região Sul, a R$ 5,94 o comum e R$ 6,06 o S-10.

Entre os Estados, o Mato Grosso registrou o aumento mais significativo para o diesel comum, de 17,27% ante agosto. O preço do litro foi comercializado a R$ 6,52 no Estado no início de setembro. Uma redução de 6,37%, em relação ao mês anterior, no preço do diesel comum, foi identificada nos postos de abastecimento de Roraima, que fechou a R$ 6,61. Em agosto, o Estado apresentou o maior preço (na casa dos 7,00). O preço médio mais alto para o combustível, em setembro, foi registrado nas bombas do Alagoas e Amapá, a R$ 6,95, e o mais baixo no Amazonas, a R$ 5,87. 

O aumento mais expressivo para o diesel S-10, de 14,74%, foi registrado no Distrito Federal, onde o preço do litro fechou a R$ 6,54. O diesel S-10 mais caro de todo o território nacional foi comercializado no Amapá, a R$ 7,55 e o mais barato no Rio Grande do Sul, a R$ 5,96. 

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, com uma robusta estrutura de data science que consolida o comportamento de preços das transações nos postos, trazendo uma média precisa, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: mais de 1 milhão, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca da linha de negócios de Mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Fonte: RPMA Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: