quarta-feira, maio 18A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Emenda de Max Russi garante plantio sustentável em aldeias do Araguaia

Please enter banners and links.

Ação vai beneficiar mais de 3000 indígenas com a aplicação de recursos aportados pelo parlamentar. Primeira fase do projeto prevê a plantação e colheita de 110 hectares –

JOSÉ MARQUES –

Foi apresentado nesta quinta-feira (10), na Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), o convênio que vai colocar em prática um projeto de plantio sustentável de arroz em 67 aldeias indígenas Xavantes e Bororo de General Carneiro, município da região do Araguaia, localizado a 455 quilômetros de Cuiabá. Uma parcela do investimento, na ordem de R$ 1,18 milhão, faz parte de uma emenda parlamentar destinada pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Max Russi (PSB).

A partir da assinatura do Termo de Cooperação Técnica, anexada à documentação apresentada à Seaf, o “Projeto de Segurança Alimentar Povos Indígenas” prevê atendimento de duas etnias, sendo 60 hectares pertencentes às áreas da Sangradouro e 50 hectares das terras Merure. Ao todo, serão mais de 3 mil beneficiados por conta da parceria entre a Fundação Nacional do Índio (Funai), além dos governos estadual e municipal. 

De acordo o prefeito de General Carneiro, Marcelo Aquino (PL), na primeira etapa está prevista a plantação e colheita de 110 hectares, a partir dos recursos aportados pelo deputado Max Russi para a Seaf. Além disso, os indígenas serão comtemplados com cursos voltados às atividades agrícolas, como o de operador de maquinários rurais. 

“Esse é uma passo muito importante na cultura indígena, somos o primeiro município a plantar, o primeiro do Estado e até do Brasil. Vamos tirar mais de três mil indígenas da dificuldade e já tínhamos esse plano de governo. Então falamos com o deputado Max e ele se prontificou a nos destinar essa emenda. Tudo isso está acontecendo também graças à atuação do deputado, que aportou recursos para a Seaf”, avaliou Marcelo. 

O primeiro-secretário do Legislativo também considera o projeto de plantio sustentável como um verdadeiro avanço, tendo em vista a auto sustentabilidade indígena, assim como o benefício social, econômico e ecológico. 

“Esse é um projeto gigante e inédito, do prefeito Marcelo Aquino para região indígena do Araguaia. E quem ganha são os povos indígenas, sem interferência alguma. Esse projeto vai incentivar o desenvolvimento da agricultura familiar, por meio de preparação do solo, plantio e colheita. Além disso, fomentar a capacitação técnica e fortalecer a segurança alimentar das famílias indígenas”, avalia Max Russi. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação