terça-feira, maio 17A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

ALMT realiza sessão solene em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres

Please enter banners and links.

Igualdade de oportunidades, garantia de direitos conquistados, mercado de trabalho, violência e participação na política foram alguns dos temas abordados –

MAÍRA NIENOW –

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realizou nesta segunda-feira (7) sessão especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Mais de 200 personalidades femininas foram indicadas para receber Moção de Aplauso por contribuírem com o desenvolvimento, mas também com a defesa dos direitos e representatividade feminina em Mato Grosso. A deputada Janaina Riva (MDB) presidiu a sessão requerida em parceria com o presidente da Casa Eduardo Botelho (União). “As homenageadas de hoje são mulheres valorosas que temos enquanto referências e representantes de todas as mulheres matogrossensses”, afirmou.

Igualdade de oportunidades, garantia de direitos conquistados, mercado de trabalho, violência e participação na política foram alguns dos temas abordados pela parlamentar durante a abertura do evento. “As mulheres ainda enfrentam desigualdades nas mais diversas áreas e é preciso seguir estimulando e valorizando aquelas que batalham todos os dias para ampliar esses acessos. Elas devem ser referências para motivar jovens e meninas a ocuparem os espaços, defenderem seus direitos e ampliarem a sua voz”, destacou.

“Sou a única mulher na composição do Parlamento e poder presidir esse evento em homenagem às mulheres é uma honra, mas essa representatividade também precisa melhorar”, defendeu. A parlamentar destacou os trabalhos já realizados dentro do parlamento por meio de comissões e câmaras temáticas que discutem questões voltadas para as mulheres. “Agora estamos discutindo a criação da “Procuradoria da Mulher”, que tem como finalidade discutir, acompanhar e fiscalizar programas e políticas públicas relativas a interesses e direitos das mulheres”, adiantou.

A delegada Jozirlethe Magalhães Criveletto, titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Cuiabá, é uma das homenageadas e destacou a importância do reconhecimento das conquistas para avançar nas melhorias. “Eu costumo dizer que não a delegacia é toda equipe, que não é grande número de pessoas, mas é grande no comprometimento de oferecer um atendimento diferenciado para todas as mulheres que chegam até nós”, destacou. A delegada afirmou ainda que o principal desafio de agora é diminuir o tempo para concluir as investigações e tornar mais célere a finalização do processo. “Quem denuncia crimes de violência doméstica e familiar precisa de resposta rápida e nós estamos trabalhando para diminuir cada vez mais o tempo de espera”, afirmou.

O trabalho diferenciado da advogada Bárbara Lenza Lana também foi reconhecido com a honraria. Ela é uma das precursoras no estado em oferecer uma assistência jurídica especializada na defesa de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. Aos poucos, estamos conseguindo dar visibilidade à importância de ter um olhar diferenciado para essas situações dentro dos espaços de poder, não só no judiciário. A advocacia para mulheres atua em vários contextos de fortalecimento e empoderamento, junto inclusive a outros movimentos”, afirmou.

Por seu engajamento em ampliar a voz das mulheres dentro das comunidades indígenas e na sociedade, a índia bakairi Eliane Xunakalo foi mais uma das personalidades homenageadas. Bacharel em Direito e pós-graduada em Administração, Eliana trabalha como assessora da Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (Fepoimt), onde mantém um espaço para discutir e propor projetos e ações de amparo e fortalecimento das indígenas.

Diversas integrantes da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Cuiabá, BPW (Business Professional Women) também foram agraciadas com Moção de Aplauso pela atuação profissional atrelada ao engajamento social. “São 20 anos de história da BPW Cuiabá, que conta com a união de mulheres de negócios e profissionais que estão unidas para se ajudarem a crescer e ocupar espaços, mas também congregam forças para empoderar outras mulheres em diversas esferas, mas principalmente aquelas em situação de vulnerabilidade”, explica a presidente da BPW Cuiabá, Rubia Ranzani. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação