sábado, outubro 31A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Cuiabá: Kit Covid-19 será distribuído na rede de atenção básica

Please enter banners and links.

A entrega dos medicamentos ocorrerá mediante prescrição médica e consentimento por escrito do paciente –

Assessoria –

Os pacientes com sintomas iniciais da Covid-19 que forem atendidos pela rede municipal de Saúde de Cuiabá passarão a receber gratuitamente o chamado Kit Covid-19 para tratamento precoce. A medida foi estabelecida pelo prefeito Emanuel Pinheiro por meio do Decreto nº 7.970/2020, anunciado nesta quinta-feira (25). 

A forma como será feita a distribuição a quem precisar será normatizada por meio de uma portaria a ser emitida pelo secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho. No entanto, o Decreto já adianta que a disponibilização dos medicamentos que compõem o kit – Azitromicina, Ivermectina e/ou antialérgico – será feita mediante prescrição médica, com consentimento expresso e escrito do paciente.

“Nós estamos instituindo o Kit Covid-19 na saúde pública da nossa capital como medida eficiente de combate à pandemia. É uma medida que discutimos muito no Comitê de Enfrentamento à Covid-19. Dividiu opiniões, inclusive de médicos, de profissionais da saúde, mas vimos que no Pará estava dando certo, no Amazonas estava dando certo, no Amapá estava dando certo. Conversei com autoridades desses estados, conversamos com uma junta médica do Amapá, mais precisamente da capital Macapá, coloquei os nossos profissionais da saúde para debater com eles as vantagens e desvantagens. Então, reunimos com a equipe e já autorizamos o Kit Covid, já estamos providenciando a aquisição dos medicamentos”, explicou o prefeito. 

Pinheiro destacou ainda que esses medicamentos já são utilizados no tratamento de pacientes com Covid-19 em hospitais privados, já tendo sido ingeridos por autoridades e pessoas financeiramente abastadas, com bons resultados. Diante disso, ele considera que “não é justo deixar a minha gente, a minha população cuiabana ao Deus dará”. 

Conforme o secretário-adjunto de Assistência em Saúde de Cuiabá, Luiz Gustavo Raboni Palma, o protocolo de manejo clínico de pacientes com Covid-19 é dividido em leve, moderado e grave. No caso do Kit Covid-19, que será direcionado à atenção básica, ou seja, para aqueles que estiverem com sintomas leves, a definição de uso ocorre com base em dois estudos científico publicados recentemente, que apontam a Ivermectina com baixo risco de efeitos colaterais, com uma boa eficácia antiviral in vitro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *