sábado, novembro 28A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

CST da Mulher entrega relatório final em maio

Please enter banners and links.

Participarão do simpósio sobre a temática, a ministra Cármen Lúcia e a deputada federal Benedita da Silva

Secretaria de Comunicação Social –

A primeira reunião da Câmara Setorial Temática (CST) da Mulher de 2020 trouxe na pauta, para debate dos membros, o simpósio programado para março próximo sobre a temática que define a câmara; relatório final dos trabalhos da CST; o lançamento de uma revista e de uma cartilha orientativa sobre identificação de violência doméstica; realização de audiências públicas no interior do estado; encontro de mulheres indígenas e a visita dos membros da câmara à Escola Estadual Alcebíades Calhao, em Cuiabá.

Na ocasião, a presidente da CST, professora Jacy Proença, falou sobre a programação para o simpósio, que será nos dias 04, 05 e 06 de março, em Cuiabá. O cronograma do evento é direcionado às mulheres que têm uma contribuição efetiva para a causa que está sendo debatida na CST.

“Neste sentido, foram indicadas duas mulheres de referência: uma delas é a ministra [do Supremo Tribunal Federal] Cármen Lúcia Antunes Rocha, designada para a palestra de abertura do simpósio, e a outra é a deputada federal Benedita da Silva, para o encerramento”, comentou Proença. Outro detalhe acertado na reunião é que o simpósio será realizado a partir de alguns painéis com aprofundamento em discussões sobre segmentos diretamente ligados à temática.

“Em março, vamos apresentar uma cartilha para a sociedade pontuando tudo aquilo que nós já desenvolvemos para as redes de enfrentamento à violência”, comentou a presidente.

O simpósio vem sendo aguardado com muita expectativa pelos membros da CST, que esperam contar com a participação de vários municípios e sociedade em geral.

“O relatório completo será entregue só no dia 30 de maio, quando encerram os trabalhos da CST. No simpósio, vamos fazer uma apresentação parcial do documento, porque precisamos realizar ainda o encontro de mulheres indígenas, em Rondonópolis, e atender algumas demandas de municípios que reivindicaram a realização de audiências públicas em suas localidades”, afirmou Proença.

Integrantes – Além da presidente, professora Jacy Proença, integram a CST a desembargadora Maria Erotides Kneip; a relatora e defensora pública Rosana Leite de Barros; e os membros Lindinalva Rodrigues, Josyrleth Magalhães Criveletto, Amini Haddad Campos, Glaucia Anne Kelly Rodrigues Amaral, Clarissa Lopes, Mayana Vitória de Souza Alves, Vera Bertolini, Eliana Vitalino, Eliane Rodrigues de Lima, Telma Reis, Eunice Ramos, Luciana Rosa Gomes, Willian Cesar de Moraes e Tânia Mara Arantes Figueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *