sexta-feira, julho 12A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Operação Carona Final cumpre 41 ordens judiciais contra associação criminosa envolvida em tráfico entre MT e MS 

Please enter banners and links.

Investigação iniciou em junho do ano passado e identificou criminosos envolvidos no transporte e distribuição de drogas para Cuiabá e Rondonópolis –

Assessoria | Polícia Civil-MT –

A | A

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis deflagrou nesta terça-feira (28.05), a Operação Carona Final com o cumprimento de 41 mandados judiciais contra uma associação criminosa investigada por tráfico de drogas interestadual entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.  

Estão em cumprimento 13 mandados de prisão preventiva, 12 de busca e apreensão e 16 bloqueios judiciais de contas bancárias ligadas aos alvos. As ordens judiciais são executadas nas cidades mato-grossenses de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Poxoréu, Pontes e Lacerda e Tapurah; e em Coxim, Nova Alvorada do Sul, Dourados e Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

A investigação da Derf de Rondonópolis, iniciada em junho do ano passado, identificou uma associação criminosa composta por, pelo menos, três núcleos de funcionamento. Um atuava nas funções de liderança, organização e aporte de recursos financeiros; outro com o transporte e logística e o último na distribuição das drogas nas cidades de Cuiabá e Rondonópolis.

O nome da operação faz alusão ao principal modo de atuação dos criminosos para transportar os entorpecentes entre os dois estados. Eles buscavam as drogas na região de Dourados (MS) e  procuravam caronas nas rodovias com caminhoneiros, que operavam o trajeto entre os dois estados. Para o transporte, os criminosos utilizavam malas, que supostamente continham roupas e objetos pessoais, mas, na verdade, estavam carregadas com, ao menos, 26 quilos de entorpecentes em cada uma delas, que depois eram entregues em Cuiabá e Rondonópolis.

Uma das cargas, de quase 300 quilos de drogas, foi interceptada durante as investigações, em Mato Grosso do Sul. 

A operação contou com o apoio operacional da Gerência de Combate ao Crime Organizado, Delegacia de Repressão a Entorpecentes, Delegacia de Homicídios de Rondonópolis, Delegacia de Poxoréu, Delegacia de Pontes e Lacerda, Delegacia de Tapurah; e das Delegacias de Dourados e Coxim e a Delegacia de Roubos e Furtos de Campo Grande (MS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: