sexta-feira, maio 24A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Governo de MT homologa resultado de licitação e reduzirá em mais de 40% custos com energia

Please enter banners and links.

Inicialmente, serão atendidas 323 unidades consumidoras estaduais, o que deve gerar uma economia de aproximadamente R$ 156,5 milhões em cinco anos –

Assessoria | Seplag-MT –

Placa de energia solar
Placa de energia solar
Crédito – Haillyn Heiviny/Arquivo Secom-MT

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) homologou, na sexta-feira (03.05), o resultado do processo licitatório para a contratação de empresa especializada em fornecimento de energia elétrica por meio do Ambiente de Contratação Livre (ACL). A iniciativa irá reduzir os custos do Governo de Mato Grosso no consumo de energia elétrica.

A contratação vai atender 323 unidades consumidoras estaduais, distribuídas em diversos órgãos públicos, o que deve gerar uma economia de aproximadamente 40,88% nos próximos cinco anos, o que representa cerca de R$ 156,5 milhões de economia aos cofres públicos.

O processo de implementação nas unidades será de forma gradativa com um consumo de 85.615,44 megawatt-hora no primeiro ano e 104.066,10 megawatt-hora no último ano. A projeção do aumento de contratação entre os anos foi de 5% e considerou os 60 meses. 

A compra no mercado livre de energia permite ao consumidor escolher o fornecedor, tempo de contrato, preço, tipo de energia, como a opção por fontes de energias renováveis, a exemplo da energia solar. 

“Essa contratação alia dois importantes fatores, a economicidade e a sustentabilidade, uma vez que dá a oportunidade de comprarmos energia com menor preço, e ainda podemos consumir energia de fontes renováveis. Quando se aplica eficiência na administração pública, você gera economia que contribui diretamente no atendimento às áreas prioritárias, como em programas e serviços voltados à população”, afirmou o secretário de Gestão e Planejamento do Estado, Basílio Bezerra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: