segunda-feira, julho 15A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Redução de juros no Plano Safra 2024/25 é fundamental, afirma Neri Geller

Please enter banners and links.

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, destaca que a estratégia para ampliar a oferta e o abastecimento de alimentos essenciais no Brasil, como arroz, feijão, milho e trigo, e para tornar esses produtos mais acessíveis aos consumidores, depende da redução dos juros no Plano Safra 2024/25 e da alocação eficaz de recursos em atividades específicas –
Redução de juros no Plano Safra 2024/25 é fundamental, afirma Neri Geller
Estímulo ao Investimento

Geller ressalta a importância de incentivar investimentos em irrigação no Centro-Oeste para o cultivo de trigo e arroz, além da necessidade de facilitar a aquisição de adubos no país. Ele destaca que é crucial direcionar o Plano Safra para culturas específicas e oferecer financiamento para insumos como calcário e fósforo, visando reduzir os riscos relacionados à seca e aumentar a produtividade. No entanto, ele enfatiza que isso só será viável com taxas de juros acessíveis, argumentando que taxas elevadas, como 12,5%, inviabilizam os investimentos.

Fortalecimento da Inovação Tecnológica

Além disso, o objetivo é fortalecer o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro), que é acessado por avicultores e suinocultores para incorporar tecnologia em suas propriedades. Geller ressalta que os atuais níveis de juros afastam os investimentos e podem levar à obsolescência dos equipamentos desses produtores.

Demanda por Crédito Rural

As propostas do setor e da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) indicam a necessidade de quase R$ 560 bilhões em crédito rural para o ciclo 2024/25, com redução das taxas de juros para um dígito. Entre as demandas, estão a solicitação de taxas de 8% para grandes produtores, 6% para médios e 4,5% para pequenos.

Fonte: Portal do Agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: