sábado, julho 13A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Redução prevista: Imea indica queda de 7,31% na área de plantio de milho em Mato Grosso para 2024

Please enter banners and links.

Incertezas sobre rentabilidade impulsionam decisão dos produtores, enquanto plantio já avança no estado –
Redução prevista: Imea indica queda de 7,31% na área de plantio de milho em Mato Grosso para 2024

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou um relatório que revisa as projeções para a safra de milho em Mato Grosso, apontando para uma redução significativa na área de plantio para a safra 2023/24. O levantamento indica que o estado planeja semear aproximadamente 6,94 milhões de hectares com milho, refletindo uma queda de 7,31% em comparação com o ciclo anterior, 2022/23.

O Imea destaca que essa redução é impulsionada principalmente pelas incertezas dos produtores em relação à rentabilidade da temporada. O preço atual de comercialização no estado não cobre adequadamente os custos de produção, influenciando a decisão dos agricultores.

Quanto à produtividade, os técnicos do Imea ajustaram a estimativa média para 103,86 sacas por hectare, representando uma redução de 11,08% em relação à safra anterior. Dessa forma, a produção final é estimada em 43,28 milhões de toneladas, marcando uma queda significativa de 17,58% em comparação com a temporada 2022/23.

Apesar das projeções, o Imea destaca que fatores como as condições climáticas ainda podem influenciar o rendimento final da safra. Enquanto isso, o plantio de milho em Mato Grosso já atingiu 28,66% da área prevista. Este avanço semanal de 17,42 pontos percentuais representa um adiantamento de 12,25 pontos percentuais em relação à temporada passada.

O Imea espera uma intensificação do plantio nas próximas semanas, seguindo o padrão histórico para fevereiro, à medida que se aproxima o fim da janela ideal para semeadura.

Fonte: Portal do Agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: