quarta-feira, fevereiro 21A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Abate de bovinos em Mato Grosso em 2023: conheça os destaques no ranking das cidades

Please enter banners and links.

Dados do Indea revelam crescimento de 14,4% no abate de bovinos, consolidando Mato Grosso como líder nacional na pecuária de corte –
Aumento expressivo no abate de bovinos em Mato Grosso em 2023: conheça os destaques no ranking das cidades

Mato Grosso registrou um expressivo aumento de 14,4% no abate de bovinos em 2023, totalizando 6,1 milhões de cabeças, conforme informações do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). Este crescimento destaca ainda mais o estado como líder nacional na pecuária de corte, detendo o maior rebanho bovino do país, com 34,4 milhões de cabeças.

A pecuária, uma das principais atividades econômicas de Mato Grosso, tem impulsionado o setor com sua produção em larga escala. Em 2021, o abate atingiu 5,13 milhões de cabeças, aumentando para 5,33 milhões no ano seguinte.

Cáceres desponta como o município líder na produção de bovinos para o abate, contribuindo com 244,7 mil cabeças do total abatido em 2023. O ranking dos 10 maiores produtores inclui Tangará da Serra, Vila Bela da Santíssima Trindade, Pontes e Lacerda, Brasnorte, Juara, Alta Floresta, Colíder, e Campo Novo do Parecis, evidenciando a força do setor em diversas regiões.

O secretário-adjunto de Investimentos e Agronegócio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Anderson Lombardi, destaca a recuperação do setor após a pandemia, impulsionada por ações governamentais. Ele ressalta a importância do Estado ao promover aumento na produção, valor agregado aos produtos primários, geração de empregos e renda. O Indea, responsável pela certificação sanitária, acompanha e exige o cumprimento das exigências sanitárias pelos estabelecimentos rurais, emitindo a Guia de Transito Animal (GTA), documento essencial para a movimentação de animais, incluindo aqueles destinados ao abate.

Fonte: Portal do Agronegócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: