domingo, junho 13A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Dia: 27 de maio de 2020

Sócios de empresas e doadores de campanha eleitoral podem ter recebido AUXILIO EMERGENCIAL

Sócios de empresas e doadores de campanha eleitoral podem ter recebido AUXILIO EMERGENCIAL

BRASIL, ECONOMIA
O governo federal, através do Ministério da Cidadania e Controladoria Geral da União -CGU, deve deve disponibilizar, nos próximos dias, a lista de beneficiários do programa de auxílio emergencial, que está sendo pago a mais de 53 milhões de pessoas. Conforme informou o ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto. A Controladoria está também, em parceria com o Ministério da Cidadania, monitorando o pagamento irregular do benefício a pessoas que não teriam o direito, como, por exemplo, de cerca de 74 mil sócios em empresas. O pagamento para 86 mil pessoas físicas que doaram mais de R$ 10 mil nas últimas eleições. Os proprietários de veículos com valor superior a R$ 60 mil identificados nos cruzamentos feitos pelo gove
Auxílio Emergencial: Quem recebe os R$ 600 pode ter que devolver em 2021

Auxílio Emergencial: Quem recebe os R$ 600 pode ter que devolver em 2021

ECONOMIA
Uma alteração na lei que criou o auxílio emergencial de R$ 600 pode fazer com que o dinheiro seja apenas um empréstimo para os beneficiários que se recuperarem financeiramente ao longo do ano. Por conta de uma mudança feita pelo Senado e sancionada pelo presidente Bolsonaro (sem partido), quem receber ao longo de 2020 mais que o limite de isenção do Imposto de Renda (IR) terá que devolver integralmente em 2021 o auxílio que recebeu —inclusive o dos dependentes. As parcelas do auxílio não entram no cálculo da renda anual. Atualmente, não paga IR quem recebeu até R$ 28.559,70 no ano inteiro, com salários, aposentadorias ou aluguéis, por exemplo. Esse valor pode mudar para a declaração do ano que vem, mas ele não é atualizado desde 2015. Ideia era compensar outra alteração, mas
FAKE NEWS: PF cumpre mandados judiciais em seis estados a pedido do STF

FAKE NEWS: PF cumpre mandados judiciais em seis estados a pedido do STF

JUSTIÇA E SEGURANÇA
Medidas são cumpridas em seis estados da Federação - Brasília/DF – A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quarta-feira (27/05), ordens judiciais que visam instruir o INQ nº 4.781 do Supremo Tribunal Federal - STF. Estão sendo cumpridos 29 Mandados de Busca e Apreensão no âmbito do referido procedimento, conduzido pelo Exmo. Senhor Ministro Alexandre de Moraes. As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. Informações de dados complementares deverão ser solicitados ao Setor de Comunicação Social da Suprema Corte. Comunicação Social da Polícia Federal