sexta-feira, setembro 18A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

TCE-MT doa equipamentos de informática para a Casa de Amparo à mulher

Please enter banners and links.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é TCE.jpg
Presidente do TCE-MT, Guilherme Maluf e a coordenadora da
Casa de Amparo, Fabiana Soares

Assessoria Prefeitura


A Casa de Amparo Vilma Benedita Rodrigues recebeu dois equipamentos de informática completos do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso em ato simbólico durante a semana de comemorações alusivas ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março. “Essa doação feita pelo TCE reforça o trabalho da gestão Emanuel Pinheiro que tem como principal característica a humanização dos serviços ofertados para a população cuiabana. Isso reforça o compromisso da Prefeitura Municipal em prestar cada vez mais um serviço de excelência direcionado ao público feminino”, disse a primeira-dama, Márcia Pinheiro. A entrega foi realizada pelo presidente do TCE, Guilherme Maluf que destacou a importancia do trabalho desenvolvido pela unidade. 

A unidade de acolhimento às mulheres vítimas de violência doméstica está sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, sendo considerada instituição referência no Estado nesse tipo de serviço especializado, oferecendo auxílio de reabilitação e resgate da integridade física e psicológica às mulheres que sofreram agressões dos seus parceiros.

A coordenadora da Casa de Amparo, Fabiana Soares disse que o Tribunal de Contas demonstrou interesse em contribuir para a melhoria dos serviços e afirmou que a Instituição será parceira no que for preciso para avançar na qualidade dos atendimentos ofertados pela Casa. “Somos muito gratas com mais esse importante parceiro como o TCE que ofereceu todo auxílio, como por exemplo, aquisição de novos equipamentos de informática como forma de agilizar os trabalhos”, comentou.  

Após passar por reforma completa no final do ano passado, a nova Casa de Amparo comporta hoje 29 espaços, de uma área de 608,46 m², com novas mobílias e estrutura física amplamente reformulada na parte estrutural que passa contar com salas de coordenação, acolhimento, administrativo, psicossocial, brinquedoteca, refeitório, cozinha, dispensa lavanderia, salão multiuso, refeitório, cozinha, almoxarifado, seis quartos, seis banheiros, horta, parque infantil e academia ao ar livre.

O sistema de atendimento na unidade não é no modelo “portas abertas”. Segundo a coordenadora, primeiramente a mulher agredida deve procurar a Delegacia Especializada e fazer o registro de um Boletim de Ocorrência, o qual já aponta a necessidade de encaminhamento ou não para a Casa de Amparo. As abrigadas podem permanecer até 120 dias na instituição e ser acompanhadas de seus filhos até os 12 anos de idade.

“A mulher tem que estar sendo ameaçada de morte e não ter nenhum outro local para ficar abrigada. O período de permanência é provisório. Vale ressaltar que nenhuma situação é igual a outra, cada caso é um caso. O tempo de permanência no local varia de quatro a seis meses”, esclareceu.  

A primeira-dama lembra ainda que a criação de uma rede que se traduza em uma política eficaz na defesa dos direitos, está garantida com a Secretaria Municipal da Mulher. A pasta – criada com a minirreforma administrativa da gestão Emanuel Pinheiro – terá o nome da gestora anunciado ainda na primeira quinzena do mês de março. “A gestão Emanuel Pinheiro tem uma atenção especial voltada as  mulheres. Estamos trabalhando para oferecer cada vez mais dignidade a nossa população cuiabana”, concluiu a primeira-dama. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *