sexta-feira, fevereiro 26A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Ministério da Justiça testará “drogômetro” nas rodovias federais por 18 meses

Please enter banners and links.

Beber e dirigir é uma das principais causas de acidentes de trânsito em todo o mundo. E no Brasil não é diferente. Para fiscalizar os motoristas, as polícias contam com o reforço de equipamentos cada vez mais modernos. Os mais tradicionais são os etilômetros (bafômetros), mas, em breve, um novo aparelho, conhecido como “drogômetro” também poderá reforçar a fiscalização nas estradas.

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) lançou edital nesta sexta-feira, 28, para aquisição gratuita de “drogômetros”. O equipamento deverá ser capaz de detectar, por meio de amostra de saliva dos motoristas, presença de psicoativos como maconha, cocaína e anfetamina

Os equipamentos deverão ter sensibilidade de, no mínimo, 75% para confirmar o consumo de oito substâncias: maconha (THC), cocaína (BZE), anfetamina, metanfetamina, anfepramona, femproporex, clobenzorex e metilenodioximetanfetamina (MDMA).

Atualmente, há cerca de dois drogômetros sendo testados no país: um que afere a droga por meio do suor colhido da digital do motorista, e outro que coleta a saliva do condutor em apenas 15 segundos. Todos os aparelhos são importados de Canadá, Alemanha e Inglaterra.

Drogômetro

Drogômetro suor digital

A janela de detecção do drogômetro se o motorista fez uso drogas varia de oito horas a 72 horas, dependendo da droga. Outra vantagem é que o resultado do teste em todos os aparelho sai em cerca de minutos.

Drogômetro salivar

O drogômetro vem para dar mais segurança à sociedade, pois muitas vezes o uso de drogas não é detectado pelos bafômetros. O novo equipamento vem para se somar a essa estatística na parte das drogas ilícitas, uma vez que ele detecta se o condutor estava sob efeito de maconha, cocaína ou de anfetaminas, popularmente conhecidas como ‘rebite’.

Gravíssima

Segundo o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência configura como infração gravíssima. A pena é de multa e suspensão do direito de dirigir por um ano.

No entanto, como o “drogômetro” ainda estará em fase de testes, os motoristas só serão testados se autorizarem. Em casos de resultado positivo, não será aplicada multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *