sábado, agosto 13A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

POLÊMICA! Jornal brasileiro critica ‘Top Gun: Maverick’ por “masculinidade excessiva”

Please enter banners and links.

Cinepop –

Mesmo tendo alcançado a incrível marca de 100% de aprovação da crítica internacional, de ser o filme mais bem avaliado da carreira de Tom Cruise no Rotten Tomatoes e de ter sido aplaudido de pé no conceituado Festival de Cannes, parece que ‘Top Gun: Maverick‘ se tornou alvo no Twitter aqui do Brasil por celebrar à “masculinidade“, diferente de produções atuais.

As pessoas que criticam o longa dirigido por Kosinski (‘Tron: O Legado’) afirmam que o filme não teria se adaptado à geração milenar e seria uma obra anacrônica. Citações como “Masculinidade excessiva” e “testosterona demais“ são alguns dos termos mais utilizadas por eles.

O jornal Folha de São Paulo, por exemplo, disse que o filme “faz ode à testosterona e ignora qualquer aceno ao feminismo”. Tanto que para sustentar sua tese, o jornal deixa claro que até as aeronaves possuem um formato peniano.

“‘Top Gun: Maverick’ tem Tom Cruise machão com aviões que evocam pênis”, fala o jornalista. Que continuou: “Estão ali os roncos dos motores, os óculos de aviador, as jaquetas verde-musgo e as motocicletas rodando (…) Mais sinais óbvios de exaltação à potência masculina, impossível”.

Porém, para a decepção de alguns críticos, quem está por trás do longa não pensam em fazer nada diante de tais críticas, como é possível notar devido a essa declaração de Tom Cruise, astro e produtor do longa, sobre a elaboração do roteiro: “Se vamos fazer isso, eu quero o mesmo espírito do filme original. Qual é a história de Maverick 30 anos depois? Porque ele não muda. Ele é aquele mesmo cara e ponto final”.

E você, o que acha disso tudo? O novo ‘Top Gun: Maverick‘ imprime realmente tudo isso ou é existe aí um certo exagero por parte de alguns?
Aproveite para assistir:

Depois de mais de 30 anos servindo a marinha como um dos maiores pilotos de caça, Pete “Maverick” Mitchell (Cruise) continua na ativa, se recusando a subir de patente e deixar de fazer o que mais gosta, que é voar. Enquanto ele treina um grupo de pilotos em formação para uma missão especial que nenhum “Top Gun” em vida jamais participou, ele encontra Bradley Bradshaw (Miles Teller), que tem o apelido de “Rooster”, o filho do falecido amigo de Maverick, o oficial Nick Bradshaw (Anthony Edwards), conhecido como “Goose”.

Enfrentando um futuro incerto e lidando com fantasmas de seu passado, Maverick confronta seus medos mais profundos em uma missão que exige sacrifícios extremos daqueles que serão escolhidos para executá-la.

Dirigido por Kosinski e com roteiro de Christopher McQuarrie e Peter Craig, o filme estrela Tom CruiseMiles TellerVal Kilmer, Kelly McGillis, Jennifer Connelly, Glen Powell, Monica Barbaro, Thomas McKenzie, Charles Parnell, Jay Ellis, Bashir Salahuddin, Danny Ramirez, Jon Hamm Ed Harris

‘Top Gun: Maverick’ voa alto e se torna a MAIOR estreia da carreira do Tom Cruise

Por Nefferson Taveira –

A sequência ‘Top Gun: Maverick‘ surpreendeu em seu lançamento nas bilheterias! O longa estreou com incríveis US$ 248 milhões mundialmente – o que representa a MAIOR estreia global da carreira do astro Tom Cruise.

Nos EUA, o longa arrecadou US$ 151 milhões durante o final de semana estendido – o que também representa a maior bilheteria doméstica de Cruise. Apesar dos ótimos números, a produção não conseguiu quebrar o recorde de ‘Piratas do Caribe: No Fim do Mundo‘ (US$153M) para o feriado do Dia da Lembrança.

Internacionalmente, ‘Top Gun: Maverick‘ arrecadou US$ 124 milhões através de 62 mercados. No Brasil, o longa estreou com mais de R$ 25 milhões.

Vale lembrar que o filme parece ter impressionado o público, recebendo a rara avaliação A+ no CinemaScore, o que deve garantir a boa estabilidade da produção nos próximos finais de semana nas bilheterias mundiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação