sábado, novembro 27A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Projeto “Geladeira Solidária” atende 600 pessoas por semana

Please enter banners and links.

CAROLINA MIRANDA

Como forma de atender o maior número de famílias em situação de vulnerabilidade social, a Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico em parceria com a Associação de Permissionários e Mercado do Porto e Grupo Solar, mantém o projeto “Geladeira Solidária”.  

A ação consiste na doação de mercadorias que não estão em condições de venda, porém, permanecem em perfeitas condições de consumo.

As geladeiras, que foram entregues pelo Grupo Solar, sendo também o responsável pela manutenção dos equipamentos, foram instaladas na entrada principal do Mercado do Porto, onde diariamente são recebidas as doações e montados os sacolões que posteriormente são distribuídos às famílias cadastradas.

“Realizamos um cadastro das famílias que retiram os sacolões, para que de forma organizada, sejam divididos por dias da semana. A retirada é feita por grupos, a fim de evitar a aglomeração de pessoas num mesmo ambiente”, explicou o presidente do Mercado do Porto, Jorge Antônio Lemos Júnior.

O presidente aponta que em média estão sendo distribuídos 150 sacolões/dia, sendo atendidas 30 famílias por semana, o que representa 600 pessoas beneficiadas. “Estamos satisfeitos com mais essa parceria com a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, que cedeu o espaço para execução do projeto e fornecimento da energia”, pontuou Junior Lemos.

“Faz parte das premissas da gestão  Emanuel Pinheiro a articulação de ações que promovam o atendimento ao maior número de pessoas nesse momento de maior crise sanitária em todo país. O que pode parecer em desuso para muitos, aqueles que passam por dificuldades para atender suas famílias tem grande valor”, finalizou o secretário municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação