domingo, outubro 25A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Centros Odontológicos atendem urgência, emergência e biópsia durante a pandemia

Please enter banners and links.

Apesar de serviços eletivos estarem suspensos temporariamente, profissionais estão empenhados em outras atividades junto a população e às equipes multidisciplinares –

Assesoria –

Durante a pandemia de Covid-19, as equipes odontológicas que atuam nos sete Centros de Especialidades Odontológicas (CEO’s), nas três clínicas odontológicas e em cerca de 40 Unidades de Saúde da Família (USF’s) de Cuiabá estão atendendo apenas casos de urgência e emergência, além de biópsia, nos horários de atendimento de cada unidade, seguindo as orientações técnicas do Ministério da Saúde. A medida visa evitar a circulação e aglomeração de pessoas nesses ambientes para evitar o risco de contágio pelo novo coronavírus, causador da Covid-19. 

Conforme a Nota Técnica nº 9/2020, do Ministério da Saúde, os procedimentos odontológicos “devem se restringir às emergências (que representam risco de morte e estão restritos à assistência em ambiente hospitalar) e às urgências”. O documento também preconiza a suspensão dos procedimentos eletivos dentre outras medidas a serem adotadas para prevenir a disseminação da Covid-19. “A suspensão temporária de procedimentos eletivos e funcionamento dos serviços apenas para casos de emergência/urgência é uma estratégia que pode ser adotada em situações de pandemia para diminuir a circulação de pessoas e reduzir a execução dos procedimentos relacionados a um maior risco de transmissão”, diz trecho da nota.

Seguindo essa e outras normativas, para garantir a segurança tanto de pacientes quanto dos profissionais, cirurgiões dentistas, técnicos de saúde bucal e auxiliares de saúde bucal, no momento que não estão prestando atendimento direto ao paciente, devem permanecer a uma distância superior a dois metros da cadeira odontológica ou fora da sala de atendimento. Nesse caso, os profissionais ficam disponíveis para prestar apoio em outras atividades na unidade de saúde.

Coordenador de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Renei Lara da Silva, explica que “por conta da proliferação do coronavírus, a gente não está fazendo tratamentos eletivos e sim atendimentos de urgência, além das biópsias que entram como urgência odontológica”. Ele destaca ainda que mesmo na pandemia, a gestão Emanuel Pinheiro continuou expandindo o serviço de saúde bucal nos Centros de Especialidades Odontológicas, nas clínicas odontológicas e nas Unidades de Saúde da Família. “Hoje em dia, temos quase 40 equipes. são precisamente 38 unidades contando com salas odontológicas nas Unidades de Saúde da Família. Isso foi compromisso de campanha do nosso prefeito em entregar 40 equipes de saúde bucal. Ele pegou com 9 equipes de saúde bucal. Hoje já ultrapassamos mais de 200% do que tinha quando ele começou a sua gestão. Eu estou na Coordenadoria de Saúde Bucal desde 2017 e tenho acompanhado todo esse processo, ampliando as unidades com equipes de saúde bucal e devolvendo qualidade de vida para a população, principalmente dos bairros periféricos”, afirma.

De acordo com o diretor técnico de Gestão na Saúde Bucal, Weverton Rayder, “mesmo diante da pandemia, a participação da Odontologia na Secretaria Municipal de Saúde, na gestão Emanuel Pinheiro vem sendo ampliada, bem como o acesso aos usuários. “Hoje temos quase 40 equipes odontológicas. A gestão Emanuel vem inserindo cada vez mais as equipes de saúde bucal nas equipes multidisciplinares. O cirurgião dentista, neste momento, vem ajudar também na orientação quanto à saúde bucal, quanto aos cuidados que se deve tomar frente à Covid-19. Nós estamos trabalhando duro nessa questão de orientação juntos aos pacientes, por exemplo, orientando a não dividir nem o creme dental com os familiares. A equipe de saúde bucal não vai medir esforços para dar um atendimento seguro, de qualidade tanto para o profissional que está atendendo quanto para os usuários”, afirma.

Estomatologistas seguem atendendo

O atendimento de biópsia – realizado por estomatologistas (profissionais que atuam na avaliação de lesões, visando prevenir, diagnosticar e tratar doenças de boca) – que faz parte dos serviços ofertados nos Centros de Especialidades Odontológicas, continua normalmente por ser de fundamental importância a agilidade no tratamento precoce de doenças. Atualmente, as unidades que desenvolvem biópsia, de forma agendada e por encaminhamento, são os CEO’s dos bairros Verdão, Dom Aquino, Pascoal Ramos, Planalto e Tijucal.

Durante a pandemia, a Coordenadoria de Saúde Bucal de Cuiabá está trabalhando em parceria com o Conselho Regional de Odontologia (CRO-MT) e com o Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso (Sinodonto-MT), na construção de  um protocolo de retorno das atividades eletivas, visando a biossegurança dos profissionais e usuários, adequações físicas, aquisição de equipamentos de proteção individual (EPI’s), capacitações especificas para atendimento,  entre outros.

Apoiadores Contra o Covid-19

A Diretoria de Atenção Básica em conjunto com a Coordenadoria de Saúde Bucal de Cuiabá também implantaram o projeto “Apoiadores Contra o Covid-19”, formado por 10 cirurgiões dentistas, que se disponibilizaram a visitar 105 unidades de saúde da rede municipal, independentemente de contarem ou não com serviços odontológicos, e fazer check-lists verificando quais as necessidades de cada uma, o que é feito conversando com respectivos os responsáveis técnicos.

Com base nas informações colhidas, os apoiadores realizam relatórios, fazem ofícios e atuam na resolução das questões junto a Diretoria de Atenção Básica, Secundária e Coordenadoria de Saúde Bucal. O objetivo do projeto é contribuir na superação deste quadro emergencial de pandemia para, além de padronizar as ações de acordo com as normas vigentes, orientar, mediar, informar e monitorar os trabalhos.

De acordo com Renei Lara da Silva, o projeto foi idealizado pela diretora de Atenção Básica, Miriam Pinheiro. “De pronto, a gente da Coordenação de Saúde Bucal sentou e conversou, alinhamos com ela, chamamos esses profissionais e eles aceitaram”, conta.

Para Weverton Rayder, a voluntariedade dos cirurgiões dentistas envolvidos no projeto é reflexo do “olhar diferenciado” que o prefeito Emanuel Pinheiro tem dado à Odontologia em sua gestão. “O prefeito Emanuel Pinheiro tem dado uma atenção mais do que especial para a Odontologia e os profissionais da rede já perceberam isso. E não tem outra forma de retribuir todo esse acolhimento que o prefeito teve a não ser ajudar, a doar nosso conhecimento, ajudar outras pessoas na triagem, no acolhimento, na coleta de exames… Isso foi uma ideia que partiu de forma natural. Não foi imposto por ninguém. Mesmo antes da nota técnica da Anvisa chegar, já tínhamos um grupo de dentistas dispostos a ajudar por conta da atenção que o prefeito Emanuel tem dado a Odontologia”, afirma o profissional.

Prevenção e incentivo às crianças

O coordenador de Saúde Bucal, Renei Lara da Silva, destaca ainda como um marco da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro as novas construções de unidades, que contam com o “escovódromo”. “Esses escovódromos servem pra gente fazer um trabalho mais de promoção, mais qualitativo na incentivação dos usuários, na questão das crianças pra elas pegarem gosto pela saúde bucal, pra elas fazerem adequadamente a escovação e fazerem a sua higiene bucal”. 

Segundo o especialista, “é na prevenção e na promoção que a gente consegue dar uma qualidade de vida melhor, consegue diminuir custo porque lá na frente essa pessoa não vai ter que gastar fazendo endodontia, que é o canal mais propriamente conhecido, causar ou a perda do dente ou ter que fazer uma reabilitação protética”, explica. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *