sexta-feira, julho 12A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

COPOM decide manter Taxa de Juros em 10,50% ao ano

Please enter banners and links.

Análise da The Hill Capital sobre a Decisão Unânime e as Expectativas de Mercado –

COPOM decide manter Taxa de Juros em 10,50% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central optou por manter a taxa Selic em 10,50% ao ano nesta quarta-feira (19). Segundo o comunicado oficial, a decisão foi unânime, com todos os diretores e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, votando pela estabilidade da taxa, apesar das críticas recentes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aumentou as críticas contra o BC.

Marcelo Bolzan, CGA, planejador financeiro e sócio da The Hill Capital, analisou a decisão e suas possíveis repercussões no mercado:

“Como esperado, o Copom decidiu manter a Taxa Selic no atual patamar de 10,50% ao ano. Mais significativo do que a própria decisão foi o comunicado que acompanhava esta reunião. Foi uma decisão unânime e o Copom não cedeu a pressões políticas, o que considero extremamente positivo. Esta era uma grande incógnita, especialmente após as críticas públicas do presidente Lula nos últimos dias.”

“Após a divisão de opiniões na última reunião, desta vez o comitê chegou a um consenso com todos os nove diretores votando de forma unificada. Acredito que isso reforça a importância de decisões baseadas em critérios técnicos, sem interferências políticas, dissipando quaisquer dúvidas sobre a credibilidade da política monetária.”

“Como antecipei, o comunicado apresentou um tom mais ‘hawkish’. Após as divergências na última reunião, a deterioração dos balanços de risco desde então, e maiores preocupações com o cenário fiscal e expectativas inflacionárias desancoradas, a decisão precisava ser unânime e mais cautelosa. O Copom sinalizou a necessidade de prudência.”

“Na minha opinião, o mercado receberá bem essa decisão e o comunicado. Espero que o dólar e os juros futuros recuem amanhã, enquanto a bolsa deve abrir em alta, refletindo um maior otimismo com a política monetária.”

“O comunicado não incluiu ‘Forward Guidance’, ou seja, uma orientação sobre futuras decisões. Portanto, o comitê continuará dependente dos dados futuros para definir os rumos da taxa de juros. Eu estimo que os juros permanecerão neste patamar de 10,50% ao ano até o final de 2024.”

Fonte: Portal do Agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: