domingo, junho 23A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Governo vai criar fundo para a aviação e estuda reduzir o preço do querosene

Please enter banners and links.

Propostas estão incluídas no plano para o fortalecimento do setor determinado pelo presidente Lula –

Governo vai criar fundo para a aviação e estuda reduzir o preço do querosene

Foto: Divulgação

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, determinou a elaboração de um plano para o fortalecimento da aviação brasileira. De acordo com o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o planejamento inclui a redução do preço do querosene usado em aviões e a criação de um fundo de financiamento da aviação brasileira, para que as empresas aéreas possam ampliar os investimentos em manutenção e na compra de novas aeronaves.

“Há um compromisso, mais que nunca no Governo Federal, de ajudar as companhias aéreas para que mais brasileiros possam de fato viajar pelo Brasil”, Silvio Costa Filho, ministro de Portos e Aeroportos

Costa Filho discutiu o assunto, nesta quarta-feira (24/01), com o ministro da Casa Civil, Rui Costa, e a presidenta da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Jurema Monteiro.

“É importante realçar que o presidente Lula tomou a decisão de poder buscar alternativas que fortaleçam o setor da aviação brasileira. Nós estamos avançando em apresentar ao País e, sobretudo, às companhias aéreas, um plano de fortalecimento da aviação brasileira”, destacou o ministro de Portos e Aeroportos.

Segundo Costa Filho, o fundo de financiamento da aviação deverá ter de R$ 4 bilhões a R$ 6 bilhões. “Já está em construção com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante. Nós iremos apresentar ao país um fundo de financiamento da aviação brasileira para que as empresas aéreas possam buscar crédito, se capitalizar e, com isso, poder ampliar investimentos na aviação, desde refinanciamento de dívidas, investimentos em manutenção, como também compra de novas aeronaves”, afirmou. O projeto deverá ser apresentado em dez dias.

O ministro também afirmou que será marcada uma reunião para discutir o preço do querosene. “Fizemos a primeira reunião com o ministro da Casa Civil, Rui Costa, em nome de todo Governo Federal, onde foi discutido o QAV – querosene da aviação -, e na próxima quinta-feira faremos uma nova reunião, para a gente poder avançar na redução do querosene da aviação brasileira. Nós estamos, nesses próximos dias, dialogando com as aéreas e com a Petrobras, nós vamos avançar o diálogo com o presidente Jean-Paul (Petrobras), para que a gente possa, na próxima semana, efetivamente apresentar uma proposta.”

Costa Filho disse ainda que o Governo Federal pretende encaminhar discussões sobre a judicialização do setor, a entrada de novas empresas no mercado brasileiro, a melhoria dos aeroportos no Brasil e a construção de novos aeroportos por meio do Novo PAC. “De fato, pela primeira vez na história do Brasil, a gente está tendo o compromisso do Governo Federal de avançar numa agenda da aviação brasileira. Apesar de todas as dificuldades, nós tivemos no ano de 2023, em relação a 2022, um crescimento de 15% na aviação brasileira. Saímos de 98 milhões de passageiros para 112 milhões e a gente espera, em 2024, chegarmos a mais de 125 milhões de passageiros no Brasil. Agora há um compromisso, mais que nunca no Governo Federal, de ajudar as companhias aéreas para que mais brasileiros possam de fato viajar pelo Brasil.”

VOA BRASIL – O ministro lembrou ainda que o governo lançará em breve o programa Voa Brasil, que vai possibilitar a venda de passagens aéreas mais baratas. O programa tem como objetivo incentivar o turismo e o desenvolvimento regional, promovendo inclusão social.

Por: Secretaria de Comunicação Social (Secom)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação
%d blogueiros gostam disto: