sábado, novembro 27A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Programa de conservação do Governo de MT surpreende ambientalista: “nunca vi algo nesta escala no mundo”

Please enter banners and links.

Fundador da agência Pro Natura e vencedor de inúmeros prêmios por seus esforços em sustentabilidade, Marcelo Carvalho de Andrade destacou a importância de integrar o setor privado nas ações de recuperação do meio ambiente –

Érika Oliveira | Secom-MT –

O programa Carbono Neutro MT, cuja meta ousada é neutralizar até 2035 as emissões de carbono no Estado, chamou a atenção do renomado empresário e ambientalista Marcelo Carvalho de Andrade, fundador da agência de desenvolvimento sustentável Pro Natura e vencedor de inúmeros prêmios por seus esforços em sustentabilidade no mundo.

Durante palestra no Parlamento Escocês, incluída na programação da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP-26), Marcelo Carvalho afirmou que nunca havia presenciado alguma iniciativa do escopo do projeto apresentado pelo Governo de Mato Grosso e destacou a importância de governos em todo o mundo promoverem a integração do setor privado nas ações de recuperação do meio ambiente.

“Eu nunca vi uma escala desta de projeto, com este escopo, em toda a minha vida neste mundo. Eu sou velho e sei disso. Eu nunca vi isso. Isso é realmente emocionante. É um novo passo e uma nova escala de trabalhar que conheço na minha vida. É a evolução da finança mista (finança combinada) e da tecnologia em geral e uma das razões que me levam ao otimismo. Acho que vamos conseguir”, disse o ambientalista.

Marcelo Carvalho atualmente comanda um movimento que prega o desenvolvimento sustentável como forma de preservar a mata tropical e recebe incentivo de mais de 60 empresas que têm dado ajuda financeira para fazendeiros dispostos a abandonar seus velhos hábitos de queimadas e a ganhar seu sustento com práticas menos destrutivas.

“Fiquei muito orgulhoso em testemunhar o anúncio do Governo de Mato Grosso, quarto maior produtor de negócios e alimentos do mundo, um lugar gigantesco, que pretende neutralizar o carbono até 2035 sem utilizar nenhum recurso público para isso. O projeto será custeado pelo setor privado, através de uma estrutura de governança para captar investimentos. Isto é o papel dos legisladores e governos. O capital de investimento será feito através de companhias privadas e eles vão juntos fortalecer isso, criando um círculo completo”, pontuou.

O prazo do Governo mato-grossense antecipa em 15 anos a meta estabelecida no restante do mundo, que vai até 2050.

Reconhecido como um dos maiores produtores de alimentos do mundo, Mato Grosso continua com 62% de seu território totalmente preservado, o que equivale ao território inteiro da França. Além disso, o Estado reduziu 20,5% do desmatamento ilegal e 52,2% dos incêndios florestais de 2020 para 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação