sábado, novembro 27A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Presidente da FPBio diz que biodiesel passa por seu pior momento no Brasil

Please enter banners and links.

O presidente da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (#FPbio), deputado federal Pedro Lupion, disse que este é “o momento mais difícil da história do biodiesel no Brasil”, fragilizado por uma série de medidas –
Presidente da FPBio diz que biodiesel passa por seu pior momento no Brasil
Foto: Deputado federal Pedro Lupion

O presidente da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (#FPbio), deputado federal Pedro Lupion, disse que este é “o momento mais difícil da história do biodiesel no Brasil”, fragilizado por uma série de medidas. Mas, ele enfatizou que a Frente reúne parlamentares compromissados com o setor e com o agronegócio, com grande “força política e capacidade de articulação”, e que estão trabalhando “ao máximo para solucionar cada um dos problemas do setor de biodiesel, elencando as prioridades”. 

Ele fez um relato do trabalho realizado pela Frente em defesa do #biodieseldoBrasil, nesta 2ª feira (8/11), durante a Conferência BiodieselBR, a uma numerosa plateia composta por representantes da cadeia produtiva do biodiesel. 

Pedro Lupion afirmou que o governo federal está abrindo oportunidades para o setor expor suas questões e sugestões e que todos os que integram a indústria do biodiesel têm que ter consciência de que “não estamos falando de um governo que trabalha contra o produtor rural, ou que queira acabar com o setor de biodiesel. Muito pelo contrário!”. 

Ele, que também integra a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) disse que esta – que é a maior Frente Parlamentar do Congresso brasileiro – está junto à FPBio para defender politicamente o setor de biodiesel. 

A FPBio, disse, tem atuado incessantemente para estruturar um “foro dentro do governo”, que assegure ao setor do biodiesel “a possibilidade de falar de igual para igual”, inclusive, de modo a contestar ações contrárias, como as promovidas por outros setores econômicos. “É uma guerra que precisamos enfrentar todos os dias”, afirmou. 

“Quando enfrentamos um discurso organizado”, como o que esses setores defendem junto ao governo, “precisamos desqualificar esse discurso e isso precisa ser feito com dados, com números, com fatos”, disse. Ele salientou que as organizações representativas do biodiesel precisam estar absolutamente unidas em seu discurso e em sua postura, de modo a construir uma linha defensiva ainda mais forte. 

Segundo ele, “retomar o crescimento da mistura” do biodiesel ao diesel mineral é prioridade para o setor e para a FPbio, que executa um “trabalho político muito forte junto ao governo” nesse sentido. Pedro Lupion avaliou que há ambiente adequado para o país retornar ao incremento da mistura e também um cenário favorável – principalmente diante da COP26 – para fortalecer a política de biocombustível. 

O presidente da FPBio disse ainda que a Frente apresentou proposta ao Ministério de Minas e Energia para que a Petrobrás prossiga por período determinado no papel de assumir o faturamento da comercialização do biodiesel, até que problemas relacionados à incidência de ICMS sejam pacificados – uma reivindicação dos produtores. 

A FPBio também faz ingerências junto ao Poder Executivo para que os Ministérios do Meio Ambiente e de Ciência e Tecnologia e representantes dos produtores de biodiesel passem a integrar grupo de trabalho, criado pelo Conselho Nacional de Política Energética para avaliar o teor da mistura de biodiesel ao diesel. “Não há sentido algum este grupo de trabalho não ter essas participações”, afirmou. 

Pedro Lupion foi um dos participantes do “Debate: Os grandes desafios do Biodiesel em 2022”. Também estiveram presentes Juan Diego Ferrés, Presidente – Ubrabio; André Nassar, Presidente Executivo – Abiove; Francisco Turra, Presidente – Aprobio; e Symone Araújo, Diretora – ANP. 

Fonte: Assessoria de Imprensa – Frente Parlamentar Mista do Biodiesel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação