segunda-feira, outubro 18A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Desempenho exportador das carnes na primeira quinzena de agosto

Please enter banners and links.

Os resultados recordes alcançados em julho passado podem ser novamente ultrapassados em agosto corrente –
Desempenho exportador das carnes na primeira quinzena de agosto

Pelo menos é isso que sinalizam as exportações de carnes da primeira metade do mês. Ou, mais exatamente, de 10 dos 22 dias úteis de agosto corrente.

Quem vem à frente do bloco é a carne bovina, cujos embarques – pela média diária desses 10 dias e comparativamente à média diária dos 21 dias úteis de agosto de 2020 – aumentaram mais de 30%, gerando a expectativa de volume mensal quase 37% superior ao de um ano atrás.

Melhor ainda, neste caso, é que os preços da carne bovina vêm registrando incremento anual de 38%. Um resultado que, mantido no restante do mês, pode levar a um crescimento próximo de 90% na receita cambial do mês e a um faturamento, igualmente recorde, superior a US$1,2 bilhão.

A carne de frango vem na sequência com incrementos que, embora mais moderados, também são expressivos. Assim, o embarcado até aqui, pela média diária, projeta volume mensal mais de 16% superior ao do mesmo mês do ano passado. E – graças também a uma valorização de mais de 25% no preço – a receita cambial do mês corrente tende a registrar aumento anual próximo de 50%.

Nesse panorama, a evolução mais modesta é a da carne bovina. Pela média diária, até aqui, seus embarques recuaram 3% em relação a agosto de 2020. E isto, considerados os 22 dias úteis deste mês, conduz a um aumento anual de volume pouco superior a 1,5%, enquanto a receita cambial projetada sinaliza incremento de 8,8%.

Às média atuais, a receita cambial das carnes em agosto corrente pode, pela primeira vez, chegar aos US$2 bilhões e até ultrapassar os US$2,1 bilhões. O incremento mensal, neste caso, seria de 17%; e o anual, de 63%. Só de produto in natura.

Fonte: AviSite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar um WhatsApp para a redação