sábado, junho 12A NOTÍCIA QUE INTERESSA
Shadow

Secretário destaca guerra das facções contra a sociedade em formatura do Gefron

Please enter banners and links.

25 policiais de 9 estados e um oficial do Exército Brasileiro formaram no 4º CPFron, ministrado pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e reconhecido nacionalmente como  o melhor curso de formação do País. Foto por: Michel Alvim Secom-MT
Bustamante reforçou importância de investimentos em cursos de operadores de fronteira para combater tráfico de drogas e armas –

Débora Siqueira | Sesp-MT –

Depois de 67 dias de muita adversidades, treinamentos de fase rústico, técnico e operacional, suor e lágrimas derramadas, 25 policiais de 9 estados e um oficial do Exército Brasileiro formaram no 4º CPFron, ministrado pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e reconhecido nacionalmente como  o melhor curso de formação do País. O evento aconteceu nesta quinta-feira (27.05), na base do Gefron no município de Porto Esperidião (325 km ao Oeste de Cuiabá). 

Esses operadores de fronteira vão reforçar o time dos estados que fazem fronteira com o país e por onde entram os carregamentos de drogas e armas ilegais que abastecem as bocas de fumo e chegam às mãos de grupos criminosos.

“Não se produz drogas no Brasil em larga escala, essa droga entra pela fronteira. Não se produz todo esse armamento no Brasil, passa por aqui, então quanto mais investimentos do Ministério da Justiça e do Governo Federal em cursos como esse melhor vai ser a segurança no resto do Brasil”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Ele ainda ressaltou que em 2022, o Gefron vai completar 20 anos e desde que foi fundado tem demonstrado para a sociedade a responsabilidade dos estados de fronteira em proteger o país. “Há uma guerra oculta entre as facções criminosas com a sociedade brasileira, não é contra o Estado. É na sociedade onde temos o nosso patrimônio aviltado, famílias vilipendiadas com as drogas. Nós, que somos estados de fronteira, temos a responsabilidade grande de trazer soberania ao país e temos cobrado mais carinho e investimentos federais para esta região. Somente ano passado, Mato Grosso apreendeu 14 toneladas de drogas”.

O comandante do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas, agradeceu a Secretaria de Estado de Segurança Pública e ao Ministério da Justiça e da Segurança Pública pelos investimentos realizados no Grupo Especial de Fronteira.

“Foram destinados R$ 400 mil para a realização do Curso de Operador de Fronteira pelo Governo Federal, além dos mais de R$ 6 milhões na operação Hórus em Mato Grosso nos últimos dois anos”.

Além disso, o comandante ressaltou a ampliação da frota de 8 para 20 caminhonetes, além dos processos na Sesp para a aquisição de veículos para transporte da tropa, como ônibus, microônibus e vans. A aquisição de 180 mil munições, cursos de capacitação da tropa, além da aquisição de duas embarcações para policiamento fluvial, pois os traficantes têm utilizado dessas vias para trazer drogas ao país.

Há ainda aquisição de uniformes, armas, ampliação de câmeras OCR, cobertura do posto do Limão entre outros investimentos em andamento que o Estado deve fazer no Gefron até 2022, dentro do programa Mais MT.

Estiveram presentes no evento o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública do Acre, coronel PM Paulo Cézar Rocha dos Santos, os deputados estaduais Valmir Moretto, Elizeu Nascimento e Gilberto Cattani, o comandante da PM, coronel Jonildo Assis, comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges, o diretor geral da Politec, Rubens Okada e o diretor de Interior da Polícia Judiciária Civil, Walfrido do Nascimento,  além de outras autoridades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *