Marquinhos do Dedé: Um ano de muito aprendizado, trabalho e conquistas por Paranatinga

Da redação –

Ao assumir a administração municipal de Paranatinga, em 01 de janeiro de 2017, o prefeito Josimar Marques Barbosa, o Marquinhos do Dedé (PMDB), encontrou o município em uma situação precária, com prédios acabados, mobiliários velhos e danificados, maquinários e veículos sucateados, ruas e avenidas esburacadas, enfim um verdadeiro caos na infraestrutura da cidade e município.

Visando reverter a situação e colocar a máquina administrativa nos trilhos, promoveu de inicio a estruturação administrativa e financeira do executivo, para logo em seguida promover as ações necessárias nos setores de obras, infraestrutura e transportes que eram tão prementes. E neste sentido, fez um levantamento dos maquinários e veículos em condições de uso e daqueles que poderiam ser recuperados, para logo em seguida começar as obras de conservação e melhorias nas ruas e avenidas, bem como das estradas vicinais e estaduais, bem como em pontes visando o escoamento da produção agrícola local, através da Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes que tem como titular, Valdeci Donizetti Nunes.

Máquinas e veículos foram adquiridos com a economia de recursos do Fethab e próprios.

E o mais importante, Marquinhos conseguiu, com o equilíbrio das receitas e despesas e a economia dos recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação – Fethab, adquirir maquinas e veículos utilitários novos para o município, em apenas seis meses de gestão.

Estradas estaduais e municipais foram recuperadas.

Vale ressaltar que através de seu trabalho continuo e determinado na reivindicação de obras e benefícios para o município neste primeiro ano, com muitas viagens e reuniões em Cuiabá e Brasília, e até no exterior, pois esteve na China, compondo a comitiva do governador Pedro Taques àquele país, o prefeito Marquinhos do Dedé, tem conseguido muito para Paranatinga como: a recuperação total da pavimentação asfáltica da MT-130 (Paranatinga a Primavera), recém inaugura. E o lançamento do edital para pavimentação de 40 quilômetros de Paranatinga a Sete Placas (também na MT-130). Além da possibilidade de investimentos dos Chinês no município.

Abaixo vejam o que foi realizado nos setores de obras, infraestrutura e transportes, neste primeiro ano, apesar das dificuldades financeiras por que passa o país e principalmente os municípios brasileiros:

Obras, Infraestrutura e Transportes.

Perímetro urbano da cidade

Reconstrução de 60 bocas de lobo.

Reconstrução de 980 metros quadrados de sarjetas e de 80 metros de sarjetões.

Realização de operação tapa buracos em aproximadamente 3.264 metros quadrados de ruas e avenidas (pavimentação – ação continuada).

Recuperação asfáltica com tratamento superficial simples, com capa selante de 9.856 metros quadrados de ruas e avenidas (em andamento).

Construção de faixas elevadas 48 metros quadrados.

Recuperação de galerias de água pluvial.

Reconstrução e reforma de ponte de madeira 60 metros.

Reposição de lâmpadas danificadas nas vias públicas (Campanha Tudo às Claras).

Construção de 600 metros de rede elétrica para colocação de iluminação pública no prolongamento da Avenida Brasil, no bairro União.

Promoção de limpeza urbana da cidade, iniciando-se pela Vila Concordia.

Reforma geral da feira municipal.

Construção e aquisição de equipamentos da Unidade Básica de Saúde II.

Estradas estaduais

Patrolamento de 40 quilômetros da MT-020 (Paranatinga – Rio Engano).

Recuperação de pontos críticos de 80 quilômetros da MT-130 (Paranatinga-Sete Placas), serviço este realizado duas vezes.

Recuperação de pontos críticos de 20 quilômetros do Anel Viário da cidade, serviço realizado quatro vezes.

Recuperação pontos críticos de 80 quilômetros da MT-240 (sete placas – Fazenda Eucaflora), serviço realizado duas vezes.

Recuperação de pontos críticos de 30 quilômetros da MT-338 (Eucaflora – divisa de Nova Ubiratã).

Estradas municipais (vicinais).

Recuperação 40 quilômetros na MT-130 (bungue) – Fazenda Barcelo (revestimento).

Patrolamento de 30 quilômetros do entroncamento de Paranatinga a fazenda Prisma.

Recuperação de pontos críticos de 42 quilômetros da MT-130 (Fazenda Tropical) serviço realizado duas vezes.

Patrolamento de 40 quilômetros do entroncamento de Paranatinga a Fazenda J.J.

Patrolamento 38 quilômetros do entroncamento de Paranatinga a MT-020.

Recuperação de 95 quilômetros de pontos críticos do entroncamento da MT-020 ao Rio Kuluene.

Recuperação de pontos críticos de 96 quilômetros do entroncamento da MT-130 ao Rio kuluene (João Catarino).

Recuperação de pontos críticos de 70 quilômetros do entroncamento da MT-020 ao assentamento Pontal do Piranha.

Recuperação de pontos críticos de 110 quilômetros do entroncamento da MT-130 a divisa de Planalto da Serra até a Paranatinga.

Recuperação pontos críticos de 60 quilômetros do entroncamento da MT-020 a região do Corgão.

Aquisição de veículos e máquinas

Com investimentos de mais de R$: 1.5 milhão, foram adquiridos os seguintes veículos utilitários e máquinas:

02 caminhonetes hilux

02 caminhões basculantes

01 prancha para transporte de máquinas

01 escavadeira hidráulica

01 pá carregadeira

01 placas vibratórias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *